Como ensinar seu cachorro a trazer a bolinha - Dogsnet

Como ensinar o cachorro a buscar, trazer e soltar a Bolinha ou o Frisbee e a brincar de Cabo de guerra e com Brinquedos interativos

 

Ensinando a brincar

 

  • com brinquedos interativos

  • de trazer a bolinha

  • com o Frisbee

  • de cabo de guerra

 

com brinquedos interativos

 


                                                        

- nas primeiras vezes, talvez seja necessário “ensinar” o cachorro a brincar

 

- coloque alguns grãos de ração e vários pedacinhos de bifinhos ou outra guloseima que ele  adore, o cheiro é que irá desencadear a brincadeira

 

- é importante que fiquem bem soltinhos, para que saiam facilmente

 

- empurre levemente, com a mão, o brinquedo para que ele possa rolar e fazer cair algum petisco

 

- ou, então, coloque tiras de bifinho, cujas pontas fiquem para fora, deixe o seu peludo cheirar

e depois faça o brinquedo rolar, se movimentar

 

- brinque antes de alguma refeição, quando ele estiver com fome


- tenha paciência e estimule-o verbalmente a brincar

 

Vale a pena persisitir, pois com certeza esse se tornará um dos brinquedos preferidos do seu amigo

 

 Ensinar a soltar


Para qualquer uma das brincadeiras abaixo é fundamental ensinar primeiro o comando "solta". Esse adestramento pode ser feito de várias maneiras. Uma delas é como nesse vídeo:


  
   de trazer a bolinha

 

                       

 

A grande maioria dos cães adora correr atrás de uma bolinha, mas trazê-la de volta e solta-la “é que são elas”.

 

Normalmente os “pestinhas” saem correndo com o prêmio na boca e sem que você perceba, são eles que assumem o controle da brincadeira fazendo você correr que nem um louco atrás deles. Parece até que estão dando risada, tamanha felicidade!!

 

A maneira certa é não correr atrás dele e não puxar a bolinha da boca.

 

 Lembre-se, a brincadeira é:

“eu jogo a bola, ele corre, trás de volta e solta” e não

“eu jogo a bola, ele corre, pega, eu corro atrás e tenho uma luta corporal ou faço cabo de guerra para recuperar a bolinha”

 

Bom, para facilitar a sua vida comece a treinar seu cão com coleira e guia.

 

- jogue a bolinha sempre perto, deixe-o pegar e gentilmente puxe o cachorro até você. Faça festa e dê um petisco (só um pedacinho)

 

- repita esse exercício algumas vezes e depois acrescente uma variável – quando ele pegar a bolinha, chame-o pelo nome e diga para trazê-la até você. Faça festa e dê um petisco

 

- após repetir algumas vezes o exercício anterior, comece a pedir para seu cão “soltar” ou “dar” a bola. Se ele acertar, recompense com petisco.

 

- se ele não soltar a bola você pode:

  • mostrar outra bola com a mão ou uma guloseima e no exato momento que ele soltar a bola que está na boca fale ”solta” e jogue a bola novamente.
     

- repita os mesmos exercícios aumentando a distância. Utilize uma guia bem longa, se tiver, ou então use a guia longa de 8m.

 

- somente quando ele estiver craque, sem ter que puxar a guia de volta e/ou trocando a bola por outra coisa é que você poderá deixá-lo solto para a brincadeira.

 

- resista a tentação de ir rápido demais e deixar seu amigão a correr livremente.

 

- tenha paciência e persistência.

 

Importante:

 

- caso ele não vá buscar a bola ou tiver que lutar com ele para recuperar a bolinha, pare imediatamente e guarde-a. Não deixe seu cão brincar com ela sozinho.

 

- pare o treinamento enquanto seu cão ainda está interessado e disposto a brincar. Faça sessões diárias de 10/15 minutos ou 2 x ao dia, de manhã e a tarde.

 

            Outra forma de ensinar a pegar um brinquedo é com o clicker e petiscos, veja no vídeo.


        



 
   com o frisbee

 

                

 

“Cachorro cansado é feliz”

  

Dicas

 

- escolha sempre um gramado plano, livre de buracos, pedras ou qualquer obstáculo perigoso.

- não jogue o brinquedo perto de árvores, cercas ou postes.

- brinque durante o dia ou em lugares bem iluminados

- o frisbee deve ser usado somente para a brincadeira de “pega e trás”, não foi feito para deixar com o cão e ser roído.

- não deixe seu cachorro se tornar possessivo com o brinquedo ou mostrar alguma reação de agressividade enquanto você segura o disco. Sempre controle a situação determinando a hora de começar e parar a brincadeira.

- sempre pare o treinamento enquanto seu cachorro ainda está interessado e disposto. Tudo tem seu tempo certo. Cultive a paciência e a persistência. Imagine o quanto é difícil para você aprender coisas novas tudo de uma vez. Faça sessões de 10/15 minutos diariamente ou 2 x ao dia – de manhã e a tarde.

 

1ª fase

- a melhor maneira de seu cachorro se interessar em perseguir o disco é fazê-lo rolar no chão como um pneu.

- siga o esquema ao lado para aprender como fazer isso corretamente   
- encoraje seu cão a caçar o disco.

- se o seu amigo obedecer, faça festa e recompense-o com um petisco.

- se ele não for atrás do frisbee, não fique chateado, nem bravo ou frustrado durante o treinamento.

- é muito importante que o seu amigo considere esses momentos divertidos

- continue tentando, não desista, quando você menos esperar ele irá se interessar pelo brinquedo.

- quando já estiver craque em correr e pegar o disco, estará na hora de passar para a outra fase.

 

2ª fase

- brinque da mesma maneira que fez até o momento, mas quando seu cachorro pegar o frisbee, chame-o pelo nome. Diga para trazê-lo até você. Continue tentando de uma maneira divertida e quando ele acertar, faça festa e dê um petisco (esse movimento é o “retriever” = resgatar, recuperar)

- depois de repetir diversas vezes o exercício anterior, comece a pedir para seu cão “soltar” ou “dar” o disco. Não esqueça de recompensá-lo com petisco ou carinho quando acertar

- se por acaso seu amigão não trouxer o frisbee de volta quando pedir faça o seguinte:

  • Tente fazer com que ele traga o disco oferecendo outro frisbee em troca. Faça rolar o 1º disco no chão e quando seu cachorro o pegar, chame-o de volta, mostre o 2º disco e prepare-se para rolá-lo. A maioria dos cães larga o 1º disco.

  • Se o peludo for daqueles “cabeça dura”, então é melhor usar uma guia de 8 metros. Depois que rolar o disco e seu cachorro pegar, chame-o pelo nome e diga para trazê-lo até você, então, gentilmente puxe a guia em sua direção, fazendo festa (tem que ser divertido). Se durante esse processo o cachorro deixar cair o Frisbee, pare de puxar a guia, recolha o disco e comece tudo de novo. (não deixe o disco rolar mais de 7 metros nesse exercício)

 

3ª fase

- na hora que seu cão estiver afiado em buscar e trazer o frisbee sem a necessidade de trocar por outro disco ou usar a guia, chegou o tão esperado momento de ensiná-lo a “voar”.

- fique a poucos passos longe do seu cão e lance o disco no ar. Durante esse movimento diga “pega” ou “busca” ou “frisbee”.

- repita este processo diversas vezes. Seja paciente, quando tiver sucesso dê-lhe um petisco, com festa.

- agora estamos no ponto.

- posicione-se no lado direito do seu amigão e lance o disco em frente, a uma curta distância.

- assim que ele estiver craque, você pode ir aumentando a distância do lance gradualmente.

 

 


   

de cabo de guerra

 

Geralmente começamos a interagir com os filhotinhos jogando uma bolinha ou puxando algum brinquedinho da sua boca.

- o “puxar” o brinquedinho já é o início de uma disputa, de um cabo de guerra

- mas o filhote precisa aprender seus limites

- portanto, enquanto seu peludo for filhote, faça o exercício a seguir, que serve para todas as raças e portes

- se o seu filhote ainda tiver dentes de leite, o que costuma acontecer até os 5, 6 meses de idade utilize brinquedos macios, leves, compatíveis com o tamanho dele. Seja delicado nos movimentos e não faça muita força, para não correr o risco dos dentes serem quebrados ou arrancados.

 

 

            

1ª fase

  • toda vez que estiver fazendo qualquer tipo de brincadeira com ele e sem querer ou querendo o seu peludo abocanhar sua mão ou até mesmo só beliscar, solte um grito de dor (mesmo que não tenha doido), faça um escândalo como se tivesse machucado muito.

  • repita este comportamento toda vez que isso acontecer e se mesmo assim ele persistir, na próxima vez grite, pare de brincar e vire de costas por alguns segundos, de braços cruzados e sem olhar para ele. Depois recomece.

  • isso vai ensiná-lo a ter cuidado durante as brincadeiras e sempre abrir a boca e não apertar quando perceber que está pegando a sua pele e não o brinquedo. Não subestime a sensibilidade da boca de um cachorro, pois ele consegue distinguir muito bem o que é o brinquedo e o que é um pedacinho seu.

  • talvez você ache ridículo essa maneira de agir, mas se tiver a oportunidade de observar uma ninhada de filhotes brincando, poderá notar que é assim que eles agem quando um irmãozinho exagera na brincadeira. O que se machucou faz tamanho escândalo que até parece que vai morrer.

 

2ª fase

- quando ele já estiver brincando com modos, poderá introduzir uma disputa

- antes de tudo precisamos “capturar” a atenção do peludo para o brinquedo. Fazemos com que o brinquedo se assemelhe a uma presa, o que fará aflorar seu instinto de caça (esse instinto está presente em todos os cachorros, pois na natureza eles precisavam caçar para se alimentar). Em alguns cães, principalmente os filhotes, é relativamente fácil aflorar esse instinto. Em outros pode dar um pouco mais de trabalho por diversos motivos (dos quais não vou falar agora), mas você deve insistir todos os dias um pouquinho, pois com o tempo vai conseguir.

- comece arrastando o brinquedo no chão, faça movimentos como de uma cobra

- assim que o cachorro olhar e começar a perseguir, movimente a “presa” rápidamente, de modo que ele quase consiga pegar

- depois diminua a velocidade e deixe-o abocanhar o brinquedo. Fale algo como “puxa” ou qualquer outra coisa, para indicar que a brincadeira vai começar

- incentive o peludo a puxar e você também puxe

- de vez em quando deixe ele te arrastar, outras vezes você arrasta ele um pouquinho também

- deixe-o sacudir o brinquedo e de repente, quando ele não estiver esperando, dê você uma boa sacudida. Preste atenção em como o cachorro está segurando o brinquedo. O correto é ele estar segurando com os dentes do fundo da boca. Se ele estiver só com os dentes da frente, alivie a tensão, deixe-o abocanhar melhor o brinquedo e só aí dê as sacudidas (sem força)

- nunca torça o brinquedo, pois a força da alavanca desse movimento pode arrancar um dente

- é importante que seu cão aprenda, desde o início, a largar o brinquedo. Para isso segure o brinquedo, pare completamente de mexê-lo e fique estático. O cão relutará um pouco em soltar, porém o brinquedo parado não é tão interessante. Se ele não soltar, coloque um petisco bem perto da boca dele e no exato momento que ele largar o brinquedo fale “solta” e dê o petisco.

- quando o cão largar, não puxe o brinquedo para você imediatamente. Deixe na posição que estava e fale “muito bem”, agrade o cão e comece novamente a brincadeira

- o peludo perceberá que quando você trava o brinquedo, se ele soltar, você iniciará novamente a brincadeira

- quando ambos estiverem cansados termine a brincadeira como descrito acima, mas dessa vez recolha o brinquedo, fale “acabou” e faça carinho. Dessa maneira ele vai entender que a brincadeira acabou.

 

A brincadeira de cabo de guerra é extremamente prazerosa para o cão e com ela se gasta energia mental e física, além de estreitar os laços com você e fortalecer sua posição de líder.

 

No entanto existem algumas Regras para Brincar

 

Adestradores em geral, assim como alguns livros que ensinam adestramento, recomendam a não brincar de disputar coisas com seu cachorro.

 

 - Se ele for dócil e você não tem problemas de dominância com ele, brincar de cabo de guerra vai ser divertido.

 

 - Se o seu cachorro tiver um temperamento dominante e ainda por cima for forte, preste atenção nos itens:

1-    1- se o cachorro disputar alguma coisa com você e ganhar, passará a se achar no direito de ameaçar e controlar as pessoas da casa sempre que se sentir contrariado

2-    2- o dono precisa ganhar sempre, isto é, terminar sempre com o brinquedo na mão e precisa saber controlar o cachorro caso ele fique muito entusiasmado

3-    3- você tem que ser o Líder

4-    4- para ser Líder é necessário que seu cachorro o obedeça sem hesitação, portanto ele já deverá ter aprendido muito bem alguns comandos básicos como senta, fica, solta.

5-    5- se você não tem controle sobre o seu cachorro para fazê-lo soltar o brinquedo, evite essa brincadeira.



  “Cachorro cansado é feliz”

 

 

 

Copyright Cristina Agostini - 2009
Este texto é protegido pela lei de direitos autorais.
É permitida a sua reprodução sem alterações,
desde que incluídos o link e os créditos a seguir:

Cristina Agostini - Adestradora
Dogsnet – Produtos e Brinquedos diferentes prá cachorro!
            
www.dogsnet.com.br
 

 

 

Mais Matérias

Conheça nosso
canal no Youtube!

Curtiu? Veja mais:
Adestramento e Comportamento

Divertidos e Curiosidades

Amar é cuidar bem!



Receba dicas no seu e-mail para cuidar ainda melhor do seu amigo.