Eu ensinei o cão a Latir

Muitos donos, sem perceber, ensinam seu cachorro a latir nas situações em que gostaria que ele ficasse quieto

porque meu cachorro late

 

Eu ensinei o cão a latir?

 

Não é brincadeira não. Na grande maioria das vezes os cães se comportam de maneira indesejada porque os ensinamos a agir assim.

 

Um dos maiores erros que nós donos fazemos é o de, sem querer, recompensar o excesso de latidos.

 

Isso acontece quando:

 

  • gritamos com o bichão – é justamente a atenção que ele quer obter quando late. Além do mais ele pode achar que você está fazendo o mesmo que ele (latindo alto). Já reparou que às vezes você está se esgoelando e ele está olhando para você abanando o rabo (como se fosse uma brincadeira)?

 

  • o deixamos entrar em casa – se o seu peludo está latindo muito do lado de fora e você, para pará-lo, manda-o entrar em casa, pronto acabou de recompensá-lo e portanto reforçando a latição. O mesmo se aplica aos cães que latem para serem soltos de onde estão confinados

 

  • damos carinho – se o seu cachorro estiver latindo e a sua reação for a de se aproximar para acariciá-lo, reconfortá-lo ou dar um petisco, você está, definitivamente, encorajando-o a latir novamente. Ao agir dessa maneira você está comunicando ao seu amigão que está contente por ele agir assim.

 

Ainda não está convencido de que foi você mesmo que o ensinou a latir demais?

Então responda o que você costuma fazer quando:

- ele está no portão ou na janela latindo enquanto você tenta escutar o que o vizinho está dizendo?

- não consegue ouvir o que estão falando do outro lado da linha de telefone/interfone

- está passeando com seu pequenino e ele começa a latir para o cão que se aproxima

- a campainha toca

- o encanador veio consertar a pia da cozinha

- você chega em casa

 

Se você reconhece algumas dessas situações (e saiba que existem muitas mais) procure perceber como você se comporta e modifique a maneira de agir.

 

Bom, agora que você sabe o que não deve fazer, identifique em que situações ele late excessivamente e comece a controlar esse comportamento.

 

A melhor maneira para prevenir ou atenuar os latidos excessivos é:

 

  1. eliminar a fonte que alimenta os latidos – leia Tá latindo muito?

  2. ensinar o comando “quieto” – leia Dicas – Como controlar latidos

  3. aumentar a estimulação mental do cão – brinquedos são uma boa alternativa

  4. exercitar seu cachorro diariamente – o exercício físico é imprescindível, para que ele possa gastar toda a energia acumulada, evitando assim o estresse e mantendo o corpo em forma e saudável.

 

 

Copyright Cristina Agostini - 2009
Este texto é protegido pela lei de direitos autorais.
É permitida a sua reprodução sem alterações,
desde que incluídos os créditos a seguir:

Cristina Agostini - Adestradora
Dogsnet - Pet shop especializada em brinquedos para cachorro
www.dogsnet.com.br

 

Mais Matérias

Conheça nosso
canal no Youtube!

Curtiu? Veja mais:
Adestramento e Comportamento

Divertidos e Curiosidades

Amar é cuidar bem!



Receba dicas no seu e-mail para cuidar ainda melhor do seu amigo.